José Pedro Croft: Objetos Imediatos

> 6 de Dezembro, 2014

Fundação Carmona e Costa (Lisboa)

> 11 de Janeiro, 2015

Galeria do Torreão Nascente | Cordoaria Nacional (Lisboa)

Curadoria: Delfim Sardo

As palavras ficam sempre curtas em relação às possibilidades de um gesto. Porque o que se trata na escultura é de afirmar um gesto” – José Pedro Croft

Objectos Imediatos, de José Pedro Croft, é o resultado da colaboração entre a Câmara Municipal de Lisboa e a Fundação Carmona e Costa. Dividindo-se por dois espaços (a Fundação Carmona e Costa e o Torreão Nascente da Cordoaria) a exposição apresenta trabalho sobre papel e escultura dos últimos doze anos. Muitas das obras agora apresentadas são inéditas, ou nunca foram apresentadas em Portugal, revelando o desenvolvimento do trabalho de Croft numa escala a que o público não tinha acesso desde a exposição antológica realizada no Centro Cultural deBelém, em 2002. As ligações entre o trabalho que o artista vem realizando em papel – nomeadamente através da prática da gravura – e a escultura são aqui colocadas em evidência, permitindo compreender melhor as articulações internas do seu percurso artístico.

Com curadoria de Delfim Sardo, a exposição é, também, a ocasião para a publicação, pela editora Documenta, de um catálogo homónimo que regista amplamente o período tratado na exposição. Para além do curador, o catálogo inclui ensaios do filósofo espanhol Amador Vega e do curador e crítico João Silvério.

José Pedro Croft (Porto, 1957). Vive e trabalha em Lisboa. Estudou pintura na ESBAL e escultura com João Cutileiro. A sua obra transita sem hierarquias entre escultura, desenho e gravura. Expõe regularmente desde 1980. Está representado nas colecções do Centro de Arte Moderna da Fundação Calouste Gulbenkian, Fundação EDP, Fundação Luso-Americana, Fundação de Serralves, Secretaria de estado da Cultura (Portugal), Fundació La Caixa (Espanha), Caixa Geral de Depósitos (Portugal), Museu Nacional Centro de Arte Reina Sofia (Espanha), Museu Berardo (Portugal), Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro (Brasil), Pinacoteca do Estado de São Paulo (Brasil), Centro e Artes Visuales Fundación Helga de Alvear, Caja Madrid (Espanha), Banco de España (Espanha), Banco Central Europeu, Sammlung Albertina (Áustria), Centre Georges Pompidou (França).

+ info:

José Pedro Croft

Fundação Carmona e Costa

Cordoaria Municipal de Lisboa

Galerias Municipais de Lisboa

Editora Documenta

(C) imagens: Cortesia Câmara Municipal de Lisboa | Fundação Carmona e Costa. Fotografias da exposição na Cordoaria Nacional: Mário Bastos.

Anúncios