Catarina Mil-Homens: Nem sempre é a direito

Módulo, Centro Difusor de Arte (Lisboa)

> 31 de agosto (2013)

‘Nem sempre é a direito’ é a primeira exposição individual de Catarina Mil-Homens no Módulo. Recém-licenciada em Pintura pela Faculdade de Belas Artes de Lisboa, trabalha, principalmente com desenho e instalação. Desenvolve, no seu trabalho, a ideia de percurso de vida, a forma como nos relacionamos e marcamos o tempo e o espaço em que existimos. Explora, também, a questão da existência face à assimilação de conhecimento e a relação que existe entre a matéria e o espírito. 

“Ao ser olhado o tempo passando a coisa é diferente. A madeira, o metal, o carvão e o vidro são os fios que aqui ligam o interior do universo ao total da existência transformando-se em diferentes tipos de tempo. É um relato. Macro e micro e nem sempre a direito da existência face ao tempo.” – Catarina Mil-Homens

Catarina Mil-Homens participou em várias exposições colectivas, em 2012, das quais se destacam: ‘DIG, DIG: Digging for culture in a crashing economy’, na Plataforma Revólver e ‘Logradouro’ no Espaço Avenida 211, em Lisboa.

Módulo Centro Difusor de Arte: Cç. Mestres, 34A | 1070-178 Lisboa | T: 21 388 55 70 | email: modulo@netcabo.pt

Anúncios