Pavilhão de Angola (Leão de Ouro – Bienal de Veneza)

> 24 Novembro de 2013

@ Palazzo Cini, Dorsoduro 864, San Vio (Veneza)

La Biennale di Venezia (Itália) 

Curadoria: Beyond Entropy (Paula Nascimento, Stefano Rabolli Pansera), Jorge Gumbe, Feliciano dos Santos.

Nesta primeira participação oficial de Angola na Bienal de Veneza é apresentado o trabalho fotográfico de Edson Chagas enquanto enciclopédia urbana de Luanda – uma instalação aberta à interacção com o público, convidado a criar a sua própria enciclopédia urbana em comparação com a Colecção de Arte Antiga da Galleria di Palazzo Cini.

‘Luanda, Cidade Enciclopédica’ continua a pesquisa iniciada por Beyond Entropy na 13ª Exposição Internacional de Arquitectura e desenvolve uma reflexão sobre o tema do “Palácio Enciclopédico” através do trabalho de Edson Chagas, um artista emergente angolano.

Ao Palácio Enciclopédico foi dada uma tarefa impossível: nenhum edifício pode conter uma multiplicidade universal de espaços, possibilidades e objetos. Quando um edifício tende para o enciclopédico, torna-se uma cidade. A cidade, por outro lado, possui esta multiplicidade, coerentemente organizada em formas distintas – ainda que sejam formas urbanas e em conflito umas com outras.

Edson Chagas centra-se na complexidade da capital de Angola, Luanda, que deriva da presença de espaços imprevisíveis e na coexistência de programas irreconciliáveis: cidade e campo, infra-estrutura e habitação, depósitos de lixo e espaços públicos. Luanda é uma cidade enciclopédica. Esta condição leva-nos a questionar: como pode o conhecimento de uma cidade ser organizado através de uma taxonomia dos seus espaços?

O trabalho de Edson Chagas é uma reflexão sobre o uso de imagens ​​para dar forma à nossa experiência da cidade. A série ‘Found Not Taken’ concentra-se na catalogação sistemática de objectos abandonados e reposicionados dentro de um contexto urbano, criando novas relações entre os objectos e o seu contexto, entre forma e a sua codificação. Qual é a relação entre estes espaços e as imagens que os representam? Que papel ocupam a imaginação e a criatividade nesta taxonomia urbana?

Na ambiguidade de uma visão que revela e reconstrói, o que é delineado é uma cartografia urbana misturando precisão documental e reconstrução poética, uma nova maneira de observar a riqueza enciclopédica dos espaços ao nosso redor e, talvez, uma nova forma de habitar estes espaços.

‘Luanda, Cidade Enciclopédica’ é uma instalação composta por 23 imagens impressas no formato de cartazes fotográficos,  aberta à interação com o público que está convidado a reflectir sobre o tema do ‘Palácio Enciclopédico’ através da capacidade de criar a sua própria enciclopédia urbana de Luanda, em comparação com a coleção de obras de arte antigas de propriedade de Vittorio Cini expostas na Galleria di Palazzo Cini.

 

(C) Imagens: da série ‘Found Not Taken’ de Edson Chagas, Luanda, Encyclopedic City, Pavilhão da República de Angola, 55th Exposição Internacional de Arte – La Biennale di Venezia. Cortesia Beyond Entropy.

Anúncios