Luís Nobre: Sector III

KG

He who seeks to approach his own buried past must conduct himself like a man digging. — Walter Benjamin
 
Inaugura, hoje, dia 22, a exposição ‘Sector III’, de Luís Nobre, na Kubik Gallery, no Porto, estará patente até dia 18 de Maio.
..
A partir de uma aproximação à classificação de um espaço, área ou sector. Esta exposição delimita um território onde metodologias e processos de representação ligados à arqueologia desenvolvem linhas de contacto onde o desenho se apresenta como registo e/ou elemento a registar integrante de uma narrativa ou documento.
..
Utilizando noções estratigráficas onde a relação entre camadas dentro de um contexto específico, dá-nos uma possibilidade de construir um momento onde se define uma lógica única. O rigor quase científico de alguns desenhos é rapidamente desmontado por outros onde, um aparente e confortável ambiente confere à instalação um carácter expositivo que pensa os dispositivos de apresentação como parte integrante da peça e não como acessório museográfico.
..
A variedade de suportes onde o desenho pode actuar assume um papel, não só pela sua capacidade visual mas também pela oportunidade de articular novos significados. A distorção e o rigor confundem-se em planos que o desenho cruza como fio condutor, baralhando e tornado a dar.
..
 
+ info: Kubik Gallery
 ..

Luís Nobre (n. 1971, Lisboa, Portugal), é licenciado em Artes Plásticas pela Escola Superior de Arte e Design das Caldas da Rainha e está actualmente a fazer o doutoramento em Desenho pela Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa. Expõe individualmente desde 1996 e fez residências artísticas da Location (Nova Iorque, EUA, 2008) e na Spike Island (Bristol, Inglaterra, 2005). Trabalha principalmente com desenho, pintura e instalação.

(English)
..
 
Starting from an approach to a further classification of a space, area or sector. This exhibition sets the limits to a territory where methods and processes of representation connected to archeology develop contact lines where drawing is a registry and/or an element to register, part of a narration or document.
..
Using stratigraphic notions, the relationships between layers of a specific context give us the possibility to build a moment of an unique logic, that defines itself.
The almost scientific accuracy of some drawings is rapidly taken by others where an apparent and comfortable environment makes the installation have an exhibitioner character that thinks the presentation devices as an integrant part of a single piece and not just as a museographic accessory.
..
The wide variety of supports where drawing can make an act assume a leading role, not just for its visual capacity but also for the ability to articulate new meanings. The distortion and accuracy mix in different surfaces and plans where drawing is a central thread, reshuffling the cards to start again.
..
Luís Nobre (1971; Lisbon, Portugal), has a degree in Fine Arts from Escola Superior de Arte e Design of Caldas da Rainha, and he is actually attending a PhD in Drawing by the Faculty of Fine Arts of Lisbon University. He does solo exhibitions since 1996 and did artistic residencies at Location (New York, USA, 2008) and at Spike Island (Bristol, England, 2005). He works mainly with drawing, painting and installation.
..
+ info: Kubik Gallery

 (C) imagens: © Luís Nobre, cortesia de Kubik Gallery.

Anúncios