Rencontres Internationales Paris, Berlin, Madrid (2012)

ANTON GINZBURG: Hyperborea | Fiction expérimentale | hdv couleur | 00:45:00 | USA, Russie | 2011

Anton Ginzburg: Hyperborea, Fiction expérimentale, hdv couleur, 00:45:00, USA,
Russie, 2011. Cortesia de Rencontres Internationales Paris/ Berlin/ Madrid.

 

cinema e arte contemporânea

  . Paris @ Palais de Tokyo, Gaîté Lyrique . Madrid @ Spanish Cinematheque . Berlin @ Haus der Kulturen der Welt

(30 nov.  >  08 dez. 2012)

um espaço de descoberta e reflexão sobre cinema e arte contemporânea

Os Encontros Internacionais Paris/ Berlin/ Madrid apresentam, durante nove dias, um programa internacional que inclui filme, vídeo e multimedia. Em mostra: 150 obras, de 40 países, com a presença de artistas e realizadores de todo o mundo – consagrados, emergentes e outros que partilham, pela primeira vez, o seu trabalho. Este projecto interdisciplinar, dedicado à imagem em movimento, realiza-se desde 1997 e a sua programação é organizada tendo em conta três pilares fundamentais: (1) Filme e vídeo,  (2) Multimedia, (3)  Fórum.

(1) Filme e vídeo, inclui:

• Vídeo Experimental
• Filme Experimental
• Ficção
• Documentário

(2) Multimedia, inclui:

• Art Net – arte online
• Instalação vídeo
• Performance

(3) Fórum, inclui:

• vários debates, conferências, mesas redondas

Em 2007, este evento que, inicialmente, tinha lugar em Paris e Berlim, passa a incluir uma terceira cidade: Madrid. Constituindo, assim, uma plataforma artística e cultural única na Europa para artistas, profissionais e os diversos públicos. Com o objectivo de reflectir sobre as especificidades dessas práticas artísticas, visa contribuir para uma análise aprofundada da cultura contemporânea, bem como apresentar novos trabalhos, estimular a circulação de diferentes linguagens artísticas e de diferentes públicos, incentivando o intercâmbio entre novos criadores, realizadores e profissionais dessas áreas.

ver: programação 2012

O realizador português Pedro Costa tem sido uma presença assídua nestes encontros, nesta edição apresenta: ‘Ne change rien’, documentário (35 mm, preto e branco, 1:40:00, Portugal, 2009). Ne change rien’ nasceu da amizade entre a actriz Jeanne Balibar, o engenheiro de som Philippe Morel e Pedro Costa. Jeanne Balibar, cantora, dos ensaios, às gravações, dos concertos rock às provas de canto lírico, de um sotão em Saint Marie-aux-Mines aos palcos de Tóquio, de Johnny Guitar à Périchole de Offenbach.  

Anúncios