Arlindo Silva: André e Sara

> 28 de Junho, 2014

Galeria Quadrado Azul (Lisboa)

Queridos André e Sara,

Se o Sol porventura explodisse só daríamos conta passados 8 minutos, porque esse é o tempo que a luz demora a viajar até nós. Se essa tragédia ocorresse durante a noite tão pouco a notaríamos, senão pelo silencioso apagar da Lua. Depois lembrei-me que o céu poderia estar enublado ou até mesmo ser Lua nova. Bem, para alguns de nós haveria certamente uma derradeira imagem. Como seria o último pôr-do-sol? Como seria o último nascer do Sol? Seria sempre demasiado inesperado para sentirmos a despedida.

Conhecemo-nos no Porto há 8 anos atrás e esse foi o tempo necessário para finalmente vos retratar.

Vemo-nos Quinta!

Abraços,

Arlindo

Andre_e_Sara

Arlindo Silva nasceu em 1974 na Figueira da Foz, Portugal. Vive e trabalha no Porto. O seu trabalho tem sido baseado na captação de instantes da vida quotidiana, através de um processo muito particular: cada momento é registado em fotografia, a qual é depois convertida numa imagem cuidadosamente pintada. É neste processo de transferência da fotografia para a pintura que o artista vem acrescentar outras dimensões à noção de instantâneo. Os temas das obras de Arlindo Silva, que trabalha também com o desenho, são concentrados em situações vividas na vida pessoal do artista, quer com a família, quer com os amigos. Para além da dimensão afetiva inerente ao resgate destes momentos do esquecimento, a pintura apresenta uma experiência da realidade e um modo individual de ver o mundo. Os trabalhos de Arlindo Silva dão também testemunho de um contexto artístico de uma época precisa, em que o próprio está envolvido: a cena artística do Porto nos últimos dez anos. Quase todos os retratados são artistas que trabalham na cidade, saídos da Faculdade de Belas Artes, no início da última década.

+ info:

Arlindo Silva

Galeria Quadrado Azul

Sara e André

Anúncios