Close, Closer (Trienal de Arquitectura de Lisboa 2013)

big_1378150351

A CIDADE É TUA

Close, Closer é a terceira edição da Trienal de Arquitectura de Lisboa

A premissa desta terceira edição não é dar respostas mas sim colocar questões que, através do seu contexto e esfera, contenham uma declaração de intenção bem como um apelo à ação.

Semana Inaugural: 12 – 15 Setembro, 2013

Duração da Trienal: 12 Setembro – 15 Dezembro, 2013

Curadora Geral: Beatrice Galilee

Curadores: Liam Young, Mariana Pestana, José Esparza Chong-Cuy

Co-curadora: Dani Admiss

Exposições: Futuro Perfeito, A Realidade e Outras Ficções, O Efeito Instituto Programa Público: Fórum Novos Públicos, Bolsas Crisis Buster, Prémio Début Trienal de Lisboa Millennium BCP, Prémio Carreira Trienal de Lisboa Millennium BCP e Projetos Associados

De 12 a 15 de Setembro, nos dias de abertura do programa poderá assistir a peças de teatro encenadas e discursos no espaço público, debates políticos, ações de guerilha, workshops e intervenções cívicas, instalações em tamanho real que cruzam arquitetura e ideologia, inaugurações das exposições acompanhadas de performances audiovisuais, lançamentos de projetos, entre outros.

Consulte o calendário detalhado da Semana Inaugural aqui

Posicionando-se como uma investigação ao território alargado da arquitetura contemporânea, Close, Closer apresenta cinco polos de prática: Especulação, Intimidade, Dispersão, Agência e Pedagogia. Através de um programa diversificado e orientado para a participação, que procura colocar perguntas mais que dar respostas, Close, Closer analisa a condição em que a arquitetura é exercida, mas também enquadrada, expressa e entendida hoje.

Mapa de eventos

FUTURO PERFEITO

Curador: Liam Young (AU)

Inauguração: 12 Set, 19:30,

Museu da Eletricidade

Até 15 Dezembro, ter-dom, 10:00-18:00

Futuro Perfeito é uma exposição que recria uma cidade ficcional do amanhã, numa experiência imersiva, que convida os visitantes a percorrer as suas florestas híbridas e paisagens digitais para explorar as possibilidades e consequências da atual pesquisa biológica e tecnológica emergente. Imaginada por cientistas e escritores de ficção, fabricada por robôs, num urbanismo especulativo onde artificial e natural, digital e material, se confundem, Futuro Perfeito oferece-nos um cenário possível do que podemos perspetivar hoje para um amanhã cada vez mais próximo.

Participantes: Bart Hess (NL), Bruce Sterling (US), Factory Fifteen (UK), Marshmallow Laser Feast (UK), Mediated Matter, MIT Media Lab (US), Rachel Armstrong (UK), Revital Cohen & Tuur Van Balen (UK), Tim Maly (CA), Tim Maughan (UK), Warren Ellis (UK).

A REALIDADE E OUTRAS FICÇÕES

Curador: Mariana Pestana (PT)

Inauguração: 14 Set, 19:00,

Carpe Diem Arte e Pesquisa

Até 15 Dez, ter-sáb, 15:00-22:00

A Realidade e Outras Ficções reencena as vidas passadas de um palácio com origem no século XVII através de instalações espaciais que promovem diálogos entre o local e o visitante. Partindo de factos históricos, os projetos constroem ficções ideológicas, materializadas em espaços reais e programas que o público é convidado a usar.

De residência a embaixada, o Palácio Pombal deu lugar a inúmeros acontecimentos e eventos. Pela primeira vez reunidos em sincronia, os usos do passado são agora reencenados, com vista a questionar a ambiguidade e paradoxos inerentes à hospitalidade, uso e ocupação na arquitetura. Para tal foram comissionadas sete intervenções interativas que convidam o visitante a dialogar criticamente com o espaço, com o seu legado histórico e as novas ocupações e leituras propostas – políticas, ideológicas e criativas.

Participantes:

Alex Schweder (US), Carlos Azeredo Mesquita (PT), Carlos Vaz

Marques (PT), Carsten Höller (DE), Friendly Fire (PT), Paulo Moreira (PT) & Kiluanji

Kia Henda (AO), Maria Fusco (IE), Noam Toran (US) & Onkar Kular (UK), The Center

for Genomic Gastronomy (NO/US), Zuloark (ES).

O EFEITO INSTITUTO

Inauguração: 13 Set, 20:00,

MUDE- Museu do Design e da Moda

Até 15 Dez, ter-dom, 10:00-18:00

Institutos: o centro de pesquisa de comunicação Fabrica (IT); as galerias Storefront for Art and Architecture (US) e LIGA – espacio para arquitectura (MX); projetos de pesquisa educativa como Institut für Raumexperimente (DE), Strelka Institute (RU), e Design as Politics (DE); o museu Z33 (BE); a revista Jornal Arquitectos (PT); o livro e base de dados online Spatial Agency (UK); a plataforma de prática projetual interdisciplinar Urban-Think Tank/ETH (CH), a organização sem fins lucrativos de carácter educativo e comunitário Center for Urban Pedagogy (US) e a organização cultural SALT (TK).

FÓRUM NOVOS PÚBLICOS

12 Set: 17:30,

Palco Cívico, Praça da Figueira

LANÇAMENTO do programa com “ATO DE PRESIDÊNCIA DE CÂMARA”, uma sessão pública onde os candidatos à presidência da Câmara de Lisboa apresentam as suas propostas para a cidade.

Num Palco Cívico desenhado e construído para o efeito em plena Praça da Figueira, Fórum Novos Públicos apresenta um programa radicalmente novo de Atos de Discurso, Atos Corporais e Atos Urbanos que incluem um Teatro Público inédito, apresentações pelos candidatos à Presidência da Câmara de Lisboa, intervenções cívicas de guerrilha, discursos e workshops. Fórum Novos Públicos enquadra a voz como principal meio através do qual criamos espaços cívicos, explorando a encenação pública de discursos inspiradores para chegar a audiências mais alargadas e diversificadas. De 16 de Setembro a 31 de Outubro, o Palco Cívico vai funcionar em regime aberto, como espaço de acolhimento de eventos e programação por agentes independentes.

Participantes: Andrés Jaque /Office for Political Innovation (ES), Artéria (PT), Daniel Fernández Pascual (ES), Estudio SIC (ES), Fernando García-Dory (ES), Francisca Benítez (CL), Frida Escobedo (MX), Noura Al Sayeh (BH), Pelin Tan (TK), Teatro Praga (PT), Unipop (PT), Victoria Bugge Øye (NO).

BOLSAS CRISIS BUSTER:

Apresentação dos Projetos já em curso 13 Set, 11:00, Palco Cívico, Praça da Figueira

No seguimento de um concurso internacional, em Abril foram atribuídas 10 bolsas Crisis Buster para projetos cívicos de resposta efetiva a problemas específicos identificados em Lisboa e arredores. Durante Close, Closer (12 Set-15 Dez) todos os projetos estarão em curso e pode vir conhecê-los numa sessão pública de apresentação! Desde uma cozinha comunitária a um grupo para apoiar jovens raparigas, um jornal de parede eticamente comprometido e um website para dar a conhecer prédios degradados na cidade, venha conhecer os projetos Crisis Buster!

A Cozinha da Casa do Vapor, de Collectif EXYZT (FR  / DE) Agulha num Palheiro, de Artéria (PT) Beautiful, Low Tech & Do-It-Yourself Solutions, de Terrapalha (PT) Genius Loci, de Gargantua Collective (PT/UAE)

Academia Juventude na Street, de Inês Neto & Rita Palma (PT) Mundo Mouraria, de Baga Baga Studios O Espelho, de Álvaro Rosendo (PT), Ricardo Lima (PT), Joana Cardoso (PT), João Macdonald (PT), Luís Monteiro (PT), Maria João Guardão (PT), Maria Tengarrinha (PT), Matilde Girão (PT), Sérgio Catumba (PT), Steve Stoer (UK) Pátio Ambulante, de FRAME Collective (GR /PT/EC) Entrada Sul – Bairro Alto da Cova da Moura, de Associação Cultural O Moinho da Juventude (PT) The Object That Wanted To Keep Being Itself, de Normalearchitettura (IT)

O CONCURSO PRÉMIO UNIVERSIDADES TRIENAL DE LISBOA MILLENNIUM BCP desafiou estudantes de todas as nacionalidades e disciplinas a propor uma intervenção – programática ou física – para a sede da Trienal, no Palácio Sinel de Cordes, tendo por base as temáticas de Close, Closer. Os vencedores foram Colectivo Inventado, da Royal College of Art de Londres, cujo projeto, Fábrica de Sonhos, vai recolher as esperanças e ambições dos visitantes de Close, Closer, apresentando-os numa intervenção interativa.

A sede da Trienal, no Palácio Sinel de Cordes, ao Campo de Santa Clara, vai estar aberta ao público, de terça a domingo, das 10:00 às 18:00. Para além de alojar inúmeros Projetos Associados, incluindo a exposição “Prémio Secil 20 Anos: Arquitectura: Engenharia Civil (1992–2012)”, bem como receber conversas, apresentações e debates, contando ainda com um espaço de cafetaria-lounge e uma livraria.

Palácio Sinel de Cordes, Sede da Trienal INAUGURAÇÃO: 12 Set, 15:00

Nesta que é a sua primeira edição, o PRÉMIO DÉBUT TRIENAL DE LISBOA MILLENNIUM BCP para jovens arquitetos ou estúdios com menos de 35 anos de idade visa distinguir trabalho de exceção, desenvolvimento de projeto original e ideias críticas, com a atribuição de um prémio monetário de €5,000. O anúncio do vencedor terá lugar no dia 12 de Setembro de 2013, pelas 21:00, no Museu da Eletricidade.

Lista de finalistas: Assemble, Londres, UK Atelier Hirschbichler, Zurique, CH Bureau Spectacular/Jimenez Lai, Chicago, US FALA, Porto, PT Frida Escobedo, México DF, MX Gruppe, Zurique, CH Léopold Lambert, Nova Iorque, US Pedro y Juana, México DF, MX SAMI, , SO – IL, Nova Iorque, US

Durante toda a Trienal, em Lisboa e um pouco por todo o mundo, 100 Projetos Associados, de iniciativa e financiamento independentes, apoiam coletivamente a posição da Trienal sobre a pluralidade da prática espacial através de uma multiplicidade de práticas e críticas. Apesar da predominância das disciplinas de projeto e práticas espaciais, os Projetos Associados contam com participações dos mais variantes quadrantes criativos, da artes plásticas ao sound design, em linha com a posição da Trienal de promover a transdisciplinaridade e catalizar diálogos e encontros em torno da arquitetura.

Mercado dos Projetos Associados – Palácio Sinel de Cordes: Sede da Trienal, 12 Set, 14:00

O dinâmico Serviço Educativo da Trienal oferece um programa de visitas, oficinas, conversas, passeios e circuitos na cidade, baseados nos conteúdos essenciais de Close, Closer. Incentivando o público a cultivar aptidões e enriquecer as suas histórias coletivas, o Serviço Educativo disponibiliza atividades feitas à medida dos interesses e necessidades dos mais diversos grupos (escolares, profissionais ou outros).

Close, Closer vai lançar seis ebooks digitais. Quatro que examinam o discurso teórico por detrás de cada umas das exposições, um que contextualiza as temáticas gerais e um ebook final que documenta a Trienal.

CURADORES:

Beatrice Galilee (UK) – Curadora Geral

Residente em Londres, Beatrice Galilee é curadora, escritora, crítica e professora, bem como especialista na divulgação da arquitetura e do design contemporâneos. É cofundadora e diretora do The Gopher Hole, um espaço de exposições independente em Londres, criado como plataforma para o design político e social interdisciplinar, e para o debate. É formada em Arquitetura e tem um mestrado em História da Arquitetura. Foi curadora na Bienal de Design de Gwangju em 2011, na Coreia do Sul, na Bienal das cidades de Shenzhen e Hong Kong em 2009 e na Milan Design Week em 2012 e 2013. Trabalhou como editora de arquitetura para a revista Icon entre 2006 e 2008. Atualmente, contribui como freelancer para diversas publicações internacionais na área da arquitetura e do design. É professora associada na Central Saint Martins College of Art and Design.

Liam Young (AU) – Curador

Liam Young é um arquiteto que se move nos espaços entre o design, a ficção e o futuro. É fundador do laboratório de ideias Tomorrows Thoughts Today, um grupo que explora as possibilidades de urbanismos fantásticos, perversos e imaginários. Também é responsável pelo workshop nómada Unknown Fields Division, que parte em expedições anuais para os confins da Terra com o objetivo de investigar paisagens irreais e esquecidas, terras estranhas e ecologias industriais. Os projetos de Liam desenvolvem especulações ficcionais como ferramentas críticas para avaliar as consequências de futuros ambientais e tecnológicos emergentes.

Mariana Pestana (PT) – Curadora

Mariana Pestana é arquiteta. O seu trabalho desenvolve-se sob a forma de exposições, instalações e eventos. Cofundadora do colectivo The Decorators, Mariana é licenciada em arquitetura pela Faculdade de Arquitetura da Universidade do Porto e detém um mestrado em Ambientes Narrativos pela Central Saint Martins College of Art and Design. Atualmente está a preparar o doutoramento na Bartlett School of Architecture e é docente na Chelsea College of Art and Design e Central Saint Martins College of Art and Design.

José Esparza Chong Cuy (MX) – Curador

José Esparza explora a arquitetura através de eventos, exposições e matéria impressa. O seu trabalho é profundamente influenciado por questões políticas, tanto contemporâneas como históricas, numa tentativa de situar a arquitetura no âmbito de um discurso social mais abrangente. José Esparza concluiu o mestrado em Práticas Conceptuais, Curatoriais e Críticas em Arquitetura na Universidade de Columbia, com o apoio da bolsa Beca Arquitecto Marcelo Zambrano (Cemex) e do Fondo Nacional de Cultura y las Artes (FONCA). Em Nova Iorque, trabalhou com Storefront for Art and Architecture e revista Domus. Atualmente, reside e trabalha a título independente no México.

Dani Admiss (UK) – Co-Curadora

Dani é uma curadora sediada em Londres cujos projetos focam o diálogo entre design, arquitetura e produção cultural. Interessa-se na encenação e consumo destes fenómenos nos contextos críticos e sociais, especificamente no discurso que partilham com formatos expositivos emergentes. Licenciada em Culturas Visuais pela Goldsmiths College University, detém um Mestrado em Curadoria de Design Contemporâneo pela Kingston University em parceria com o Design Museum de Londres.

+ info: Close, Closer

Anúncios