Rui Calçada Bastos | Noé Sendas

Inaugura amanhã, 25 de Setembro, no Espace Photographique Contretype, em Bruxelas, uma exposição conjunta de Rui Calçada Bastos Noé Sendas. Em exibição até 21.10.2012.

Rui Calçada Bastos, da série 'Par Terre', 2012. Cortesia do artista.

Rui Calçada Bastos, da série ‘Par Terre’, 2012. Cortesia do artista.

Par Terre é o mais recente trabalho de Rui Calçada Bastos, realizado durante uma residência artística que frequentou, em 2011, na cidade de Bruxelas, onde foi, também, visitante assíduo da feira da ladra local, situada na praça Jeu de Balle. Este trabalho, que inclui fotografia e vídeo, mostra a diversidade de objetos característica desse lugar – um vidro partido, livros ou um lenço manchado de sangue – apresentados aqui como despojos, que foram descartados ou esquecidos, atirados para o chão. Rui Calçada Bastos continua, assim, o seu trabalho anterior, “If you’re going through hell, keep going”, metáfora de um estado de crise vivida, actualmente, no mundo.

Noé Sendas, da exposição Mystery Guest (Invité Surprise) @ Espace Photographique Contretype, Bruxelles, 2012. Cortesia do artista.

Invité Surprise – Noé Sendas é um coleccionador incansável de imagens e sempre atribuiu às fotografias, que retira de cenas de filme ou de livros de história de arte, entre outros, um papel crucial no seu trabalho de vídeo, escultura e colagem. Desde 2010, que Noé Sendas se dedica, quase exclusivamente, à fotografia, através da pesquisa, recolha e apropriação de imagens já existentes de fotógrafos desconhecidos, a fim de manipular e subverter os originais.

Todos os trabalhos que apresenta nesta exposição são inéditos e tiveram como ponto de partida uma caixa preta encontrada na praça Jeu de Balle, durante a sua residência artística, em Bruxelas, em 2011. Essa caixa preta continha uma coleção de mais de 800 negativos de fotografias, tiradas entre 1897 e 1960, por um fotógrafo Belga desconhecido. Todas essas imagens foram transformadas por Noé Sendas.

Outro artista em exposição @ Contretype: Clément Montagne.

a saber:

Invaliden1 é uma galeria que resulta de um trabalho de colaboração entre seis artistas sediados em Berlim: Sergio Belinchón, Rui Calçada Bastos, Paul Ekaitz, Antonio Mesones, Noé Sendas e Santiago Ydáñez.

 

Anúncios