Keith Haring 1978-1982

até 8 de julho de 2012

no 

Brooklyn Museum, NY

Keith Haring (American, 1958–1990). Flyer for Des Refusés at Westbeth Painters Space, New York City, February 10, 1981. Acrylic and ink on paper. Collection Keith Haring Foundation. © Keith Haring Foundation

art is for everybody

Esta é a primeira grande exposição sobre o início da carreira artística (1978-1982) de um dos mais conhecidos artistas Americanos, do século XX, Keith Haring (1958-1990). A exposição inclui 155 obras, em papel, inúmeros vídeos experimentais e mais de 150 objectos de arquivo: cadernos com desenhos inéditos, revistas, flyers de exposições, cartazes, diários, desenhos feitos no metro e fotografias documentais.

Keith Haring (American, 1958–1990). Untitled, 1980. Ink on orange paper, 36 x 35 1/2 in. (91.4 x 90.2 cm). Collection Keith Haring Foundation. © Keith Haring Foundation

‘My contribution to the world is my ability to draw.

I will draw as much as I can for as many people as I can for as long as I can.’

Keith Haring

A exposição, com curadoria de Raphaela Platow, retrata o percurso de Haring, desde a sua chegada a Nova Iorque, quando inicia o seu trabalho de estúdio mas começa, também, a intervir publicamente, criando arte pública e política nas ruas da cidade. Mergulha na cena artística de Nova Iorque e, rapidamente, se torna ele próprio numa peça fulcral dessa realidade. As suas relações pessoais, de amizade, incluíam artistas como Jean Michel Basquiat, Kenny Scharf e outras figuras inovadoras, do panorama cultural, desse período. O papel fundamental que essas relações desempenharam no desenvolvimento de Haring, enquanto artista e curador de exposições colectivas e performances, é, também, explorado nesta mostra. As peças apresentadas incluem um número considerável dos primeiros trabalhos de Haring, muitos deles nunca exibidos, a saber: ‘Painting Myself into a Corner’ (o seu  primeiro vídeo), ‘Tribute to Gloria Vanderbilt’ e colagens criadas a partir de fragmentos da sua própria escrita, livros de história e jornais. 

Keith Haring (American, 1958–1990). Untitled, 1982. Sumi ink on paper, 107 x 160 in. (271.8 x 406.4 cm). Collection Keith Haring Foundation. © Keith Haring Foundation.

Links:

Keith Haring Foundation Site

Keith Haring Foundation Blog

Keith Haring Diários (1978-1982)

Brooklyn Museum

Vídeo – conversa com a curadora

Keith Haring (American, 1958–1990). Untitled (Exhibition Continues 163 Mercer Street), 1982. Felt-tip pen on paper, 11 1/2 x 9 in. (29.5 x 22.9 cm). Collection Keith Haring Foundation. © Keith Haring Foundation

Playlist:

O DJ Scott Ewalt criou uma compilação, para acompanhar esta exposição, com vários temas, dos quais destacamos:

  • Last Poets (New York, New York)
  • Talking Heads (Seen and Not Seen)
  • Kraftwerk (Trans-Europe Express)
  • Prince (Let’s Work)
  • The Clash (This is Radio Clash)
  • Grace Jones (Pull Up to The Bumper)  
  • Patti Smith (Redondo Beach)
  • Marvin Gaye (A Funky Space Reincarnation)
  • David Bowie (Boys Keep Swinging)

Todas as imagens © Keith Haring Foundation. Cortesia Keith Haring Foundation e Brooklyn Museum. Na imagem de destaque, na outra página: Keith Haring (American, 1958–1990). Untitled, 1980. Sumi ink on Bristol board, 20 x 26 in. (50.8 x 66.0 cm). Collection Keith Haring Foundation. © Keith Haring Foundation.

Anúncios