Cai Guo-Qiang (arte explosiva)

Cai Guo-Qiang em exposição no Mathaf – Arab Museum of Modern Art – em Doha, Qatar.

A exposição Saraab, que estará patente de 5 de dezembro de 2011 a 26 de maio de 2012, explora a iconografia histórica e contemporânea do Golfo Pérsico e a sua cultura marítima, bem como a história islâmica de Quanzhou. Uma viagem milenar e simbólica que questiona a ligação entre dois povos.

Desde muito jovem que Cai Guo-Qiang mostra interesse sobre os traços de influência islâmica da sua cidade natal (Quanzhou), entre eles a mesquita Ashab e os cemitérios com inúmeras lápides com inscrições em árabe. Localizada na costa sudeste da China, Quanzhou era um dos portos mais importantes da antiga rota da seda. Um centro de comércio de seda, porcelana, folhas de chá e especiarias.

Tendo recebido alguns dos primeiros missionários muçulmanos que acabaram por ser lá sepultados. Saraab oferece-nos a perspectiva de Cai sobre a complexa teia de ligações materiais e imateriais entre a China e o mundo Árabe. A dinâmica entre a história marcada pela passagem de ideias e experiências mas também pelo comércio.

Em mostra mais de 50 obras, entre elas 30 trabalhos recentes e 9 documentários. Destaque para os seus célebres desenhos com pólvora, (ver no vídeo a seguir). Que traçam a rota marítima da Arábia até Quanzhou. Um caminho simbólico em direção ao renascimento que exalta a tensão entre destruição e criação. Do caos nasce a ordem.

Ver o processo de criação através do blog do artista. 

Cai Guo-Qiang, Saraab, Mathaf (Arab Museum of Modern Art, Doha, Qatar), photo by Lin Yi, courtesy Cai Studio

Cai Guo-Qiang, Saraab, Mathaf (Arab Museum of Modern Art, Doha, Qatar), photo by Lin Yi, courtesy Cai Studio

Cai Guo-Qiang, Saraab, Mathaf (Arab Museum of Modern Art, Doha, Qatar), photo by Lin Yi, courtesy Cai Studio

Anúncios