Mark Rothko

Mark Rothko, Whitechapel Gallery, 1961

Mark Rothko na Whitechapel 

de 9 de setembro 2011 a 26 de fevereiro de 2012

“If you are only moved by color relationships, you are missing the point.

I am interested  in expressing the big emotions – tragedy, ecstasy, doom.” 

Mark Rothko

Mark Rothko, Whitechapel Gallery, 1961

Em 1961, a Galeria White Chapel apresentou a primeira exposição individual do artista M. Rothko em Inglaterra. Passados 50 anos, essa exposição ganha, novamente, vida, a partir de hoje. Construída através dos arquivos da galeria, fotografias originais, cartas do artista, memórias dos visitantes e da célebre obra Light Red Over Black (1957).

Mark Rothko (1903–1970) fez parte da geração de pintores americanos que pertenceram ao movimento Expressionismo Abstrato. A partir dos anos cinquenta, Rothko começa a pintar rectângulos luminosos de cor que parecem pairar sobre a tela. Para a exposição na Whitechapel ele deu instruções muito precisas sobre como as suas obras deveriam ser expostas; os niveis de iluminação, a altura das telas, a sequência das obras. Tudo isso com o intuito de criar uma experiência envolvente para o espectador.  O crítico de arte David Sylvester escreveu na altura: “Diante de quadros de Rothko, na Whitechapel, sentimo-nos, insuportavelmente, cercados por forças que assaltam espremem cada um dos nossos nervos”.

Mark Rothko, Light Red Over Black (1957)

Mark Rohtk, Light Red Over Black (1957)


Anúncios