Mário Rita | Bloco 103

o pintor Mário Rita, imagem cortesia de Bloco 103 – contemporary art, 2012.

Mário Rita é natural de Silves. Fez o curso de artes gráficas na Escola de Artes Decorativas António Arroio. É licenciado em artes plásticas/ pintura pela Faculdade de Belas Artes de Lisboa. Foi bolseiro da Fundação Calouste Gulbenkian, de 1979 a 1983. A pintura de Mário Rita inscreve-se no âmbito do neo-expressionismo gestual. Em exposição, atualmente, no Bloco 103, arte contemporânea, até 27 de Outubro, 2012.

“Dar sentido aos elementos é uma tarefa que em Mário Rita assume a forma de traçar o papel, ocupar a tela. A não-especialização numa única linguagem pictórica – vive no espaço entre a pintura figurativa, abstracta, expressionista – é fruto do carácter irrequieto daquele que persegue os vestígios das coisas e as integra. Há uma espécie de lastro que o olhar deixa na paisagem e nos objectos que percepciona e é a sua reconstrução que Mário Rita ensaia de cada vez. A natureza fragmentária com que alguns dos seus trabalhos surgem, deve-se à atenção que dedica a cada um dos seres sobre os quais se debruça.” – Nuno Crespo

Mário Rita, Técnica mista s/papel | 0, 175 x 150 cm, 2011, imagem cortesia de Bloco 103 – contemporary art, 2012.

” (…) a pintura de Mário Rita manifesta-se à margem do saber instituído, que conhece bem, dada a sua formação académica. Naturalmente desregrada avessa a códigos previamente definidos, a sua pintura gera figuras desenraizadas e errantes. (…) Desfigurações e pré-figurações de um vocabulário elementar, que o pintor mantém na sua pureza anárquica. 
Na obra de Mário Rita, o desenho reestrutura e organiza a pintura. Ao incidir como contorno e sinal gráfico, o traço adquire autonomia expressiva; frequentemente, é também mera linha estrutural da composição.
(…) A rapidez da pincelada não se compadece do tratamento de pormenores e outros acessórios aspectos aliciantes, antes se ocupa do global, em favor de uma expressão forte e directa, visceral e anti-decorativa.” – Eurico Gonçalves

Mário Rita, Técnica mista s/papel | 0, 175 x 150 cm, 2011, imagem cortesia de Bloco 103 – contemporary art, 2012.

Mário Rita, Depois do Dilúvio | 6, Óleo s/tela, 175 x 200 cm, imagem cortesia de Bloco 103 – contemporary art, 2012.

Mário Rita, vários trabalhos, imagem cortesia de Bloco 103 – contemporary art, 2012.

Mário Rita, Técnica mista s/papel | 2, 175 x 150 cm, 2011, imagem cortesia de Bloco 103 – contemporary art, 2012.

Mário Rita, Depois do Dilúvio | 27, Óleo s/tela, 260 x 390 cm, imagem cortesia de Bloco 103 – contemporary art, 2012.

Mário Rita, imagem cortesia de Bloco 103 – contemporary art, 2012.

Anúncios