Regina Pessoa – Kali, o pequeno vampiro

Regina Pessoa.

‘Kali, O Pequeno Vampiro’ de Regina Pessoa ganhou dois prémios no INDIELisboa: o prémio RTP2 Onda Curta e a menção honrosa no Prémio Pixel Bunker para Melhor Curta Metragem Portuguesa. 

Kali, o Pequeno Vampiro de Regina Pessoa. cortesia da realizadora.

Kali , um rapaz diferente dos outros, sonha em encontrar o seu lugar ao sol. Para o conseguir ele tem que enfrentar os seus próprios demónios, ultrapassar os seus medos para por fim encontrar a luz que procura… Tal como a lua passa pelas suas fases, ele acabará por desaparecer na escuridão… Mas, mesmo quando não a vemos, a lua continua a existir….

Kali, o Pequeno Vampiro de Regina Pessoa. cortesia da realizadora.

“Nos meus filmes anteriores abordei os temas do isolamento, dos medos e da diferença e os personagens principais são crianças. Habituei-me a tratar estes temas de uma forma simples e metafórica, de forma a conseguir tocar algo do inconsciente colectivo a partir da minha experiencia pessoal. « Kali » pretende ser o ultimo episodio de uma trilogia, uma espécie de conclusão sobre esta temática da infância. – No meu primeiro filme, “A Noite”, uma criança tem medo do escuro. A sua mãe, em vez de lhe trazer conforto e confiança, parece contribuir para aumentar esse medo. Foi essa a forma que encontrei para exprimir o medo o escuro, que é também o medo do mundo “desconhecido” e inquietante dos adultos. – No meu segundo filme, “História Trágica com Final feliz”, uma jovem encontra-se nesse mundo desconhecido e inquietante. É incompreendida e rejeitada pelas pessoas à sua volta. E sonha com uma transformação “mágica”, uma mudança que surpreenderia e faria com que aqueles que a desprezam sentissem admiração por ela. O seu sonho realiza-se mas segundo a lógica de um universo de fantasia das crianças. – Com “KALi”, eu quis encerrar o tema da infância ao mostrar que o personagem terá que aceitar ser o que é para conseguir encontrar o seu lugar no mundo. Neste filme KALi, por ser um Vampiro, é forçado a viver na sombra. Mas ele sofre por ser diferente, ele quer em ser como toda a gente, misturar-se com os outros. KALi sonha em ser banal. Ele queria viver a realidade dos outros, gostaria de experimentar a luz, o sol e sentir  as mesmas sensações que toda a gente. Observa constantemente os outros meninos, esperando poder juntar-se a eles um dia. Apropria-se dos seus objectos perdidos ou abandonados e colecciona-os como tesouros… Faz de tudo para estar perto deles. Entretanto, a lua, que também vive na escuridão, revela-lhe que a sombra também tem a sua beleza. No entanto, KALi continua a perseguir o seu sonho de viver na luz. Mas, neste filme desta vez, não haverá uma transformação mágica para o personagem. Haverá um choque com a realidade.” Regina Pessoa

Kali, o Pequeno Vampiro de Regina Pessoa. cortesia da realizadora.

Regina Pessoa nasceu em 1969, em Coimbra, Portugal. É licenciada em Pintura pela Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto, em 1998. Em 1992, começa a trabalhar no Estúdio Filmógrafo, onde colabora como animadora em vários projectos.  Abi Feijó: “Os Salteadores” (Les Brigands), 1993; “Fado Lusitano”, 95; “Clandestino” (Clandestin), 2000. A partir de 1996 começa a realizar os seus próprios filmes. Com “A Noite” e “História Trágica com Final Feliz“ já conquistou inúmeros prémios a nível nacional e internacional em França, Espanha, Brasil, Japão, EUA, Itália, Austrália, India, Canadá, entre outros, sendo um dos filmes portugueses mais premiados de sempre. Um percurso brilhante. 

Kali, o Pequeno Vampiro de Regina Pessoa. cortesia da realizadora.

Filmografia:

Ciclo Vicioso”, 23“, (campanha para a GlaxoWellcome, contra os maleficios do tabaco), co-realização com Abi Feijó e Pedro Serrazina, 1996

Estrelas de Natal“ (Étoiles de Noël), 40’’, (encomenda RTP), co-realização com Abi Feijó, 1998

“A Noite” (La Nuit), 6’ 35’’, 35mm, 1999

Odisseia nas Imagens“ (Abertura do Festival du Documentaire), 25’’, Betacam et 35mm, 2001

História Trágica com Final Feliz“, 7’ 45’’, 35mm, co-produção Folimage (France) – Programa Artistas-em-Residência/ Ciclope (Portugal) / Office National du Film (Canada), 2005

Milles Étoiles pour Emile” 10″ (homenagem a Emile Cohl), flash animation, Quick Time Mov 2008.

Kali, le Petit Vampire“,  9’ 30’’, 35mm, une co-production Folimage (France) / Ciclope (Portugal) / Office National du Film (Canada) / GPS (Suisse) 2012

Bergamo Film Meeting” (Abertura deste Festival Italiano), 40’’, co-realização com Abi Feijó,  Quick Time Mov, 2012

Links sobre Regina Pessoa:

Ciclope Filmes

Wikipedia

IMDb