High Arctic

High Artic, United Visual Artists, Museu Marítimo de Greenwich, 2011

High Arctic é uma instalação que pode ser vista no Museu Marítimo de Greenwich criada pelos United Visual Artists (UVA).

Em Setembro de 2010, Matt Clark, (UVA), viajou com a fundação Cape Farewell numa expedição a Svalbard, no Ártico. Aí travou conhecimento com cientistas, poetas, músicos e ursos polares, viu a tundra, arco-iris de uma só cor e grandes blocos de gelo a descolar dos glaciares. Concebida como resultado dessa expedição High Arctic combina som, luz e formas escultóricas com o objectivo de criar uma paisagem abstracta para os visitantes explorarem. A instalação consiste em 3000 colunas, cada uma com o nome  dos glaciares de Svalbard, que supostamente vão desaparecer devido às mudanças climáticas. Este é um cenário possível no ano de 2100. É deste pressuposto que parte o projecto-instalação. Os visitantes usam uma lanterna para activar os nomes dos glaciares e reproduzir imagens. Nick Drake, através da sua poesia, conta a história da relação do ser humano com o Ártico, desde que lá chegaram os primeiros exploradores no século IV.

Arte, ciência e tecnologia. Uma intervenção cultural interactiva ao serviço da ecologia e das alterações climáticas. Em exibição até Janeiro de 2012.

High Artic, United Visual Artists, Museu Marítimo de Greenwich, 2011

High Artic, United Visual Artists, Museu Marítimo de Greenwich, 2011

High Artic, United Visual Artists, Museu Marítimo de Greenwich, 2011

High Artic, United Visual Artists, Museu Marítimo de Greenwich, 2011

High Artic, United Visual Artists, Museu Marítimo de Greenwich, 2011

Anúncios