Lucian Freud (1922-2011)

Lucian Freud no seu atelier

‘A rejeição das tendências vigentes da sua época e a insistência no estilo realista tornaram-no um dos mais destacados e brilhantes pintores do século XX.’

(1922-2011) nasce no dia 18 de Dezembro de 1922, em Berlim, Alemanha, neto do pai da psicanálise, o ilustre Sigmund Freud. Frequenta a Central School of Arts and Crafts, a East Anglian School of Painting and Drawing e a Goldsmiths, University of London

Lucian Freud foi um dos artistas contemporâneos mais conceituados de Inglaterra e um dos mais importantes do século XX, a nível mundial. Era perturbador, fascinante, poderoso, intenso, verdadeiro, e acima de tudo humano.

Vivia para pintar e pintou até ao dia da sua morte, longe do ruído do mundo da arte”, refere a galeria nova-iorquina William R. Acquarella, que representa o pintor.

Manteve a sua abordagem figurativa, mesmo quando esta era muito pouco popular, quando a abstração era o conceito dominanteNo final, a sua abordagem clássica revelou-se muito importante. Lutou contra o sistema e sinceramente ganhou”, descreveu Brett Gorvy. 

A sua rotina de trabalho era “muito disciplinada, com três sessões diárias, e por vezes, também, algumas à noite. Impôs a si próprio uma dieta muito rigorosa, porque estava consciente da sua própria mortalidade e sabia que o tempo era muito precioso”. Recebeu o Prémio Turner em 1989. 

aqui slideshow de algumas das suas obras. 

aqui artigo sobre o artista no jornal The Guardian.

aqui Lucian Freud @ National Portrait Gallery.

Anúncios