Peter Zumthor e Louise Bourgeois

© Atelier Peter Zumthor & Partner and Louise Bourgeois, Model of Memorial in Memory of the Victims of the Witchcraft Trials in Steilneset, Norway (2010)

O arquitecto Peter Zumthor e a artista Louise Bourgeois (1911-2010) foram convidados para criar um memorial em homenagem às 91 mulheres julgadas e queimadas por bruxaria em Finnmark (Noruega) entre 1598 e 1692. O monumento está localizado no preciso lugar onde as mulheres padeceram – Steilneset em Vardø. É um espaço, com 125 metros de comprimento, construído em madeira com seda no interior. Uma folha de seda e uma janela para cada uma das 91 mulheres, em representação da sua vida e memória. No fim do corredor encontra-se uma estrutura redonda de aço e vidro que simboliza a violência dos julgamentos e das condenações. Numa entrevista dada a Artinfo, Zumthor explicou: “Eu tinha uma ideia, enviei-a para a Louise [Bourgeois], ela gostou, e em seguida mostrou-me a sua, quando vi a dela decidi abandonar a minha ideia e fazer apenas a dela, ela não aceitou e disse: ‘Não, por favor, não faça isso.‘ Assim, no resultado final podemos ver que há uma linha, que é minha, e um ponto, que é dela. A instalação da Louise (a estrutura redonda de aço e vidro) é sobre a agressão sofrida pelas vitimas e a minha tem que ver com o historial de vida e as emoções sentidas por essas vítimas.

Anúncios