Arte Santander 2012

Inaugura hoje a Arte Santander 2012. É a 21ª edição desta feira de arte que se realiza até ao próximo domingo, dia 22, na cidade de Santander (capital da Cantábria, norte de Espanha). São 42, as galerias de arte contemporânea que participam, sendo a maior parte proveniente de Espanha. Portugal, Alemanha e Bélgica são os únicos países estrangeiros presentes.

De Portugal, três galerias, a saber: 3 + 1 arte (Lisboa), Caroline Pagès (Lisboa) e Módulo (Porto).

Destaque, também, para a galeria Invaliden 1 de Berlim, um projeto  criado por seis artistas residentes em Berlim, entre os quais Noé Sendas e Rui Calçada Bastos.

Outra representação portuguesa, através da galeria Cámara Oscura de Madrid, é o projeto Histórias e desejos de quem dorme de Cláudia Camacho, curadora portuguesa que tem vindo a desenvolver um trabalho consistente de curadoria no país vizinho. Neste programa participam as artistas portuguesas Ana Rito e Margarida Paiva.

Arte Santander posiciona-se como um festival de projetos, que pretende trazer mais presença e protagonismo ao trabalho dos diferentes artistas e galerias, organizando  várias iniciativas paralelas, uma delas o programa – Solo Projects - um espaço onde as galerias podem apresentar outros projetos de promoção de artistas num âmbito mais informal.

Outro evento, Visões Urbanas, arte na rua, é já uma referência cultural de excelência para as muitas pessoas que visitam Santander neste época do ano.

A feira tem lugar no piso superior do centro de exposições, onde se encontram as 42 galerias, que apresentam vários trabalhos de escultura, instalação, fotografia, novas tecnologias, desenho, gravura, entre outros. 

A comissão de seleção, desta edição, foi da responsabilidade de Javier Hontoria, crítico de arte e curador independente, Elena Vozmediano, crítica de arte, escreve para El Cultural (El Mundo) e John Silio, diretor de galeria e presidente da Associação de Arte Contemporânea de galerias de Cantábria.

Mudar para melhorar, melhorar para ser mais eficiente e competitiva, ser mais eficiente e competitiva para melhor satisfazer as necessidades do presente e do futuro‘ é, segundo a organização, o desafio da Arte Santander 2012.